Blog

Como funciona a compra de imóveis nos EUA para brasileiros

5/5 - (1 vote)

Comprar imóveis nos EUA é uma das melhores opções de investimentos da atualidade, por isso pessoas do mundo todo não perdem tempo quando uma oportunidade dessas surge.

Os EUA são uma potência em todos os sentidos da palavra, tendo previsão de se manterem assim por muitos anos. Portanto, a quantidade de pessoas indo para esse país só aumenta a cada ano, assim como o preço dos imóveis.

Quer entender um pouco mais sobre a compra de imóveis nos EUA? Preparamos um material especial pra você:

  • Quem pode comprar imóveis nos EUA?
  • Como o financiamento funciona?
  • Qual a documentação necessária para o processo de compra?
  • O que é o Green Card?
  • Quais as facilidades do Green Card?
  • Vale a pena comprar imóveis nos EUA?

Quem pode comprar imóveis nos EUA?

Em resumo, não existem restrições para quem pode ou não comprar imóveis nos EUA. Porém, o processo tende a ser burocrático, ainda mais quando o comprador não tem o suporte de uma imobiliária especializada nessas negociações — ou quando tenta fazer por conta própria.

Se a compra envolver financiamento, é importante ficar atento aos requisitos mínimos impostos pelo Estado norte-americano. Como envolve o empréstimo de dinheiro a estrangeiros, naturalmente é um processo delicado e recheado de comprovantes.

Como investir no mercado imobiliário da Flórida.

Todas as regras estão dispostas no foreign national loan, facilmente encontrado na internet, em sites oficiais do país. Vamos nos resguardar de expor os requisitos pois entendemos que podem variar ao longo do tempo.

Como o financiamento funciona?

Se o comprador for morador dos EUA no momento do pedido do financiamento, o procedimento tende a ser muito menos burocrático que no Brasil.

Vale notar, porém, que somente pessoas com autorização oficial para permanecer no país podem pedir financiamento. O lado bom é que até mesmo visto de estudante vale para dar continuidade ao processo de aquisição do imóvel.

Em resumo, o financiamento acontece por meio de um cadastro básico, seguido por comprovação de renda e recolhimento de impostos. Na seção seguinte veremos os documentos necessários para o financiamento com mais detalhes.

Qual a documentação necessária para o processo de compra?

Antes de mais nada, toda a documentação precisa estar completa, no original, nas versões em Português e Inglês. Dito isto, a lista de documentos pedidos, no momento da redação deste conteúdo, é a seguinte:

  • Documento de identidade/identificação: pode ser o passaporte ou habilitação;
  • Comprovante de endereço: o comprovante pode apontar tanto para um local nos EUA quanto no Brasil;
  • Referentes bancários das contas do comprador;
  • Extratos bancários de dois meses antes do momento da compra;
  • Comprovante de renda: é importante estar ciente que alguns comprovantes podem trazer empecilhos na hora da aquisição; por isso é interessante consultar uma imobiliária com experiência na área;
  • Cópia do contrato de compra e venda assinado por ambos.

É comum o banco exigir uma confirmação do recebimento da entrada do imóvel, por parte do vendedor, após o envio dos documentos listados.

O que é o Green Card?

O Green Card nada mais é que o visto permanente de morador dos EUA, e ele traz diversas vantagens na hora de comprar um imóvel. É concedido aos estrangeiros em apenas alguns cenários, sendo os principais os seguintes:

  • Casar-se com um(a) americano(a): é a forma mais “fácil” de conseguir o visto permanente, normalmente tendo pouco ou nenhum empecilho na hora de tirar o visto permanente;
  • Parentes próximos que vivem nos EUA: também é uma porta de entrada considerada muito boa para quem quer o Green Card, mas é bastante situacional;
  • Auxílio de um empregador: uma empresa pode te ajudar na hora de conquistar o Green Card em caso de contratação, por exemplo;
  • Investimentos: investir altas quantias nos EUA também garante o Green Card, só que o valor orbita a casa dos milhões de dólares.

Quais as facilidades do Green Card?

Ter o Green Card ou um visto de trabalho dos EUA ajuda muito na hora de comprar um imóvel.

Uma das principais vantagens, por exemplo, são os juros menores, atualmente na ordem de 3,5% ao ano, e entrada menor, na ordem de 3% do valor do imóvel.

À critério de comparação, comprar um segundo imóvel eleva a entrada para um número entre 20% e 40%, assim como juros de até 5% ao ano. Por isso vale a pena ter um visto permanente para comprar imóveis nos EUA.

Vale a pena comprar imóveis nos EUA?

A resposta curta é: sem dúvidas vale a pena comprar imóveis nos EUA. Mas por que é tão bom ter uma casa no país do Tio Sam? 

Alta demanda

O primeiro ponto a ser levado em consideração é a alta demanda de imóveis por lá. A população norte-americana cresce consistentemente todos os anos, e o número de imigrantes só aumenta.

A soma desses fatores desencadeia uma demanda crescente por imóveis e materiais de construção.

Não é à toa que a valorização imobiliária tende a ser excelente, muitas vezes melhor que investimentos aqui no Brasil, mesmo em cidades de grande destaque pela valorização.

Ótimo destino de viagem

Outro ponto importante é que, ao ter um imóvel nos EUA, você sempre terá um lugar para passar as férias.

Querendo ou não, os EUA abrigam atrações e destinos turísticos maravilhosos, e você poderá desfrutar de tudo isso sem se preocupar com locação de imóveis e coisas do gênero.

Excelente opção de investimento

Por fim, como foi dito anteriormente, a demanda por imóveis nos EUA é bastante alta — e tende a aumentar daqui para a frente.

Ou seja, um imóvel nesse país é sim considerado investimento, dado que o retorno chegará seja pela locação do bem ou pela revenda, que tende a retornar mais que o valor pago no imóvel.

Se você pretende comprar imóveis nos EUA, conte com a Imobille. Nós temos bastante experiência em compra e venda de imóveis no exterior.

Entre em contato para mais informações!

Ficou com alguma dúvida?

Ficou com alguma dúvida?
Nossa equipe está aqui para te ajudar.

Você é proprietário de um imóvel e
deseja anunciá-lo aqui?